Pessoas, gatos…

Oi bloguinho, tudo beeeem? Eu não te abandonei não hehe, foi só uma senha perdida e falta de paciência pra fazer outra…

Confesso que sou curitibana, nasci aqui. Mas não cresci aqui! Minhas “passadas” na infância eram mais em feriados e nas férias mesmo. Com 4 anos eu pensava que existiam umas “3 Curitibas” a do meu Pai que abrangia a região da casa do mei Tio Renato (que chique né?), a do Tio Josué, e a do Tio Douglas. E vai ver que pq eu morava em Telêmaco Borba , uma cidade pequena onde tudo era perto e na minha cabecinha pra ir da casa do Pai pra casa dos meus tios era como uma viagem rs. Nesta fase da vida vc não se preocupa se as pessoas são simpáticas ou não e nem se na sua cidade elas são taxadas de antipáticas. Pra mim Curitiba se resumia a família e por um bom tempo foi assim. Quando vim pra cá pra estudar no CEP ainda era como se eu estivesse na “casa da família” e não na minha casa. Voltei pra TB e casei. Viemos morar em Curitiba por causa de uma oportunidade de emprego e aí sim eu senti como se aqui fosse a “minha Curitiba”. Tá e daí?

Eu hoje no busão com o Mateus conversandinho, rindo como sempre hehe, eu começo a perceber um papo muito estranho nas minhas “costas”. Uma senhora e um senhor conversando sobre os curitibanos. Me deu uma raiva! Eles não só chamaram de antipáticos, isso a gente aguenta, mas mal educados, “gente esquisita”, povo ruim, e mais lagumas coisas que me revoltaram. Ela era carioca mas morou em Minas a vida inteira, veio pra cá procurar emprego e se deu melhor aqui. Ele é aposentado, carioca e veio pra cá pra fugir da violência. Eles vem pra cá pq aqui é “melhor”. Pra eles, nós curitibanos não merecemos essa terra melhor, eles merecem! Eles acham a terra deles um lixo e vem pra cá procurando um lugar bacana e encontram. Eles querem o nosso lugar mas não querem a gente!

Os gatos tem uma vida boa… pelo menos a minha tem hehe. Algumas pessoas não suportam gatos e na minha opinião não são boas pessoas rs. Elas sentem inveja dos gatos! Elas queriam o que o gato tem mas não gostam de conviver com eles pq pra elas eles são arredios e antipáticos. Minha gata é o animal mais carinhoso que existe, sabendo lidar com ela. Ela não gosta que aperte a barriga (a barriga é só pra eu olhar), mas ama um cafuné. Na verdade o gato percebe quem vai coma cara dele e quem não vai, quem chega pra dar carinho ou pra judiar.

Concluo dizendo que curitibanos são como os gatos. Realmente só damos confiança pra quem merece hahahaha! A nossa educação depende da sua.

Eu descobri hj o motivo da Ebony não gostar de cafuné na barriguinha num site de mitos e verdades sobre gatos:

“Os gatos são traiçoeiros: quando se oferecem de barriga, mordem quem lhes faz festas.
Falso. O gato deita-se de costas oferecendo a barriga apenas a quem ele considera amigo íntimo. É como se o seu gato dissesse: “ eu mostro-te a minha barriga em demonstração da minha confiança em ti, por adoptar esta postura tão vulnerável na tua presença”. Mas uma coisa é mostrar, outra bem diferente é deixar acariciar! Nem sempre é seguro concluir que um gato nessa posição espera ser acariciado. Muitas vezes a resposta é uma violenta sapatada com as patas traseiras. A região abdominal é tão fortemente protegida que os gatos não apreciam contactos nessa zona. Por isso eles estabelecem um limite que os donos nem sempre entendem: podem ver, mas não devem tocar! “

Barriguinha só pra ver, barriguinha só pra ver. Prometo que não esqueço hehe!

Os sites:

Arca de Noé e Beco dos Gatos.

Hitler detestava gatos… pois é…
BjoS!

Ps: Muita coisa aconteceu neste tempinho fora, coisas que me abalaram de uma maneira que eu não esperava. Mas a vida passa (até uva passa)e ontem eu vi uma reportagem sobre o atentado de 11/09 e tinha um senhor que disse que a “normalidade” da volta à rotina por si só é confortante e que isso ajuda a gente a esquecer as tragédias. E é verdade. Quando conhecemos uma pessoa, intimamente ou não, ela fica como que dentro de vc, mesmo não mantendo contato ela se torna importante, não pelo que ela tem ou faz, mas pelo que ela é.

4 Respostas

  1. Mas q coisa isso né! Realmente algumas pessoas q vem de fora (nada contra elas, mas são algumas), não mereciam realmente estar aqui! Já vem de fora por não estar satisfeito, chega aqui, pega o nosso emprego, suja nossa cidade, e ainda xinga a gente! Ninguém merece….Mas amei a comparação, acho q a gente é realmente parecido com gatos…rs!!

    Bjus!!

  2. Nós gatos já nascemos pobres, porém já “vivemos” livres, livres pela informação, livres pela riqueza de variedades deste país. Assim como o caminho passa, tbém as pessoas passam, e às vezes pela última vez, vale a pena amá-las a cada dia mais como Deus as ama.

  3. Heheheheh…passado em tudo quanto é lugar pra deixar parabéns!!!

    Bjus!!!

  4. ó aí, já parou de atualizar de novo! 😆

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: