Vai se acostumando…

Em homenagem a tudo que acontece ao nosso redor. A que você já se acostumou?

Eu sei, mas não devia

Marina Colasanti


Eu sei que a gente se acostuma.

Mas não devia.

A gente se acostuma a morar em apartamento de fundos e a não ter outra vista que não as janelas ao redor. E porque não tem vista, logo se acostuma a não olhar para fora. E porque não olha para fora, logo se acostuma a não abrir de todo as cortinas. E porque não abre as cortinas, logo se acostuma a acender mais cedo a luz. E porque à medida que se acostuma, esquece o sol, esquece o ar, esquece a amplidão.

A gente se acostuma a acordar de manhã, sobressaltado porque está na hora.

A tomar café correndo porque está atrasado. A ler jornal no ônibus porque não pode perder o tempo da viagem. A comer sanduíches porque já é noite. A cochilar no ônibus porque está cansado. A deitar cedo e dormir pesado sem ter vivido o dia. A gente se acostuma a abrir a janela e a ler sobre a guerra. E aceitando a guerra, aceita os mortos e que haja números para os mortos. E aceitando os números, aceita não acreditar nas negociações de paz. E aceitando as negociações de paz, aceitar ler todo dia de guerra, dos números da longa duração. A gente se acostuma a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: hoje não posso ir. A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta. A ser ignorado quando precisava tanto ser visto. A gente se acostuma a pagar por tudo o que deseja e o que necessita. E a lutar para ganhar o dinheiro com que paga. E a ganhar menos do que precisa. E a fazer fila para pagar. E a pagar mais do que as coisas valem. E a saber que cada vez pagará mais. E a procurar mais trabalho, para ganhar mais dinheiro, para ter com o que pagar nas filas em que se cobra.

A gente se acostuma a andar na rua e ver cartazes, a abrir as revistas e ver anúncios. A ligar a televisão e assistir a comerciais. A ir ao cinema, a engolir publicidade. A ser instigado, conduzido, desnorteado, lançado na infindável catarata dos produtos.

A gente se acostuma à poluição. À luz artificial de ligeiro tremor. Ao choque que os olhos levam na luz natural. Às besteiras das músicas, às bactérias da água potável. À contaminação da água do mar. À luta. À lenta morte dos rios. E se acostuma a não ouvir passarinhos, a não colher frutas do pé, a não ter sequer uma planta.

A gente se acostuma a coisas demais, para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta acolá. Se o cinema está cheio, a gente senta na primeira fila e torce um pouco o pescoço. Se a praia está contaminada, a gente só molha os pés e sua no resto do corpo. Se o trabalho está duro, a gente se consola pensando no fim de semana. E se no fim de semana não há muito o que fazer, a gente vai dormir cedo e ainda satisfeito porque tem sono atrasado. A gente se acostuma para não se ralar na aspereza, para preservar a pele.

Se acostuma para evitar feridas, sangramentos, para esquivar-se da faca e da baioneta, para poupar o peito.

A gente se acostuma para poupar a vida.

Que aos poucos se gasta, e que, de tanto acostumar, se perde de si mesma.


Marina Colasanti
nasceu em Asmara, Etiópia, morou 11 anos na Itália e desde então vive no Brasil. Publicou vários livros de contos, crônicas, poemas e histórias infantis. Recebeu o Prêmio Jabuti com Eu sei mas não devia e também por Rota de Colisão. Dentre outros escreveu E por falar em Amor; Contos de Amor Rasgados; Aqui entre nós, Intimidade Pública, Eu Sozinha, Zooilógico, A Morada do Ser, A nova Mulher, Mulher daqui pra Frente e O leopardo é um animal delicado. Escreve, também, para revistas femininas e constantemente é convidada para cursos e palestras em todo o Brasil. É casada com o escritor e poeta Affonso Romano de Sant’Anna.

Fonte: http://www.releituras.com/mcolasanti_eusei.asp

BjoS!

Aparência X Transparência

Isso sempre foi uma coisa que me incomodou na minha vida. Você viver uma coisa e aparentar outra. Não suporto quando isso acontece comigo ou com pessoas próximas a mim. Já chutei o balde várias vezes e não me arrependo de ter feito isso. O que vale é a paz que vem depois. Lógico que com isso vc pode magoar muito as pessoas ao seu redor, mas mesmo assim um dia elas irão compreender. Ainda bem que amor nunca me faltou nessas horas. E a verdade um dia sempre aparece, é melhor que apareça da minha boca que dos outros.

Mas sabe, tem uma hora que ser transparente incomoda. Que você falar o que realmente pensa é pior que ficar quieto e parece que existe alguns que preferem o fingimento, o puxa-saquismo, o falar mais que fazer e etc. É como se todos nós tivéssemos uma redoma de vidro em volta que nos permite enxergar e sermos vistos pelos outros. Então mesmo que o seu vidrinho seja totalmente transparente limpo com vidrex (rs) os que não tem isso transparente não conseguem enxergar o que você está sentindo, pensando, e nem escutar direito o que você está falando. O que eu penso também é que se alguns vidros são tão enfeitados que é impossível enxergar através dele, você está vendo uma ilusão. Outros estão tão empoeirados e sujos que não teria como conseguir ver nada mesmo. Tem os com jato de areia hehe que são super clean, mas também não permitem uma visão clara. E tem os transparentes. Esses podem parecer sem graça para os outros mas com certeza são mais leves, mais limpos permitem enxergar tudo ao seu redor. Faz algum tempo que resolvi ser assim. Desculpa aí se vocês não gostam mas não enfeito o meu vidrinho pra agradar ninguém. E se pintar alguma sujeirinha limpo djá! Minha felicidade independe de como outras pessoas me enxergam afinal cada um tem sua redoma pra distorcer o que realmente sou. E eu não sei de onde surgiu essa idéia de redoma e vidro… deve ser por causa da transparência.

Sabe isso pega mesmo quando você quer viver uma vida baseada em princípios cristãos e convive com outras pessoas que não levam muito a sério. A maioria dos crentes pensa que a aparência é melhor que a transparência. E aí constroem um castelo no meio da areia como tem lá na parábola. Só que um dia a casa cai. E o “vidrinho” quebra. E se você não souber lidar com essa luz toda só por misericórdia pra se recuperar. Viver o cristianismo não é praticar religião. Ainda bem que descobri isso a tempo!

Mudando de saco pra mala… encontrei outro site muito bom sobre gravidez, daqueles semana a semana. Está ali na listinha ———————–> ao lado.

O Gabriel está mexendo um montão. Como todo bebê que se preze bem nas horas que eu estou quietinha hehe! Esses dias fiquei imaginando as nossas vidas com ele junto. Vai ser pelo menos mais divertido hehe! Segundo o site novo ele está do tamanho de uma beringela. Essa mania de comparar os babys com vegetais :P.

Uma fotinha fofa da Ebony usando uma havaiana. =^..^=

Ebony usando uma havaiana

BjoS!

Desejo de grávida – Missão impossível

Amorzo!

Quero comer melancia quadrada com logo dos jogos olímpicos.

E alguém duvida que exista???

Melancia quadrada com logo dos jogos olmpicos

Mas eu tô brincando o desejo não existe só a melancia.

BjoS!

Tudoaomesmotempoagorajanessemomento…

Muita coisa muita coisa!

Rs…

Primeiro saí em uma reportagem do G1 (site de notícias da Globo). A matéria é sobre planejamento financeiro durante a gravidez. Fui entrevistada por causa de uma lista que postei em uma comunidade no orkut com os itens que pensei deveriam ser comprados para o enxoval. Foi ótimo isso porque na maioria das vezes parece que ninguém está vendo o que você faz ou não te levam a sério. Mas engano meu, com essa de Internet alguém estará de olho nas suas idéias, e no meu caso foi uma surpresa boa.

Outra coisa legal foi o Amorzo ter acabado a primeira versão do programa de controle financeiro que ele estava fazendo o Dimdimdim, foi publicado no Br-Linux. Muito interessante pra quem quer controlar o que ganha e o que gasta. É bem simples e fácil de usar, não tem aquele monte de coisas que você pobre mortal que não gosta muito de matemática financeira não usa (pq dá meeeedo hehe). Incentivo baixar o programinha e conferir. (Pode parecer suspeito eu incentivar mas é coisa boa mesmo!)

Mais uma nérdica… o Mateus agora é um programador-mirim. Não ele não estudou o “Java Como Programar dos Deitel” que tem umas 1000 páginas (pelo que eu vejo daqui da estante). Ele usa uma ferramenta chamada Scratch que foi desenvolvida pelo Lifelong Kindergarten group no MIT Media Lab para as crianças desenvolverem suas próprias histórinhas interativas ou seus próprios jogos. O Mateus ama! Já fez algumas histórias e já sabe mais da ferramenta que o Amorzo que foi quem apresentou o negócio (óbvio hehe). Outra coisa que eu incentivo a baixar. Sem preocupações que é para windows ou mac. E é “di grátis”.

Editado as 19:30

Já tem até um projeto que ele colocou lá (morre de orgulho!).

E procurando saber sobre contratos de aluguel acabei caindo em um site muuuuuito bom sobre quase tudo nessa vida que tem a ver com finanças. IGF – Intelect Gerenciamento Financeiro. Tem várias questões que todo casal deveria saber hehe!

E pra acabar, um filme que eu quero ver por ele ser comédia e pelo assunto que ele trata. Believe – A Hilarious Movie About Network Marketing nem preciso dizer mais nada hehe. Só que detalhe: não foi lançado no Brasil. Fuefuefuefuefué… agora vamos ver se encontro ele pra baixar por ae.

E chega né???

BjoS!

Feliz dia das Crianças!

EEEEEEEEE!!!

Coisas que eu faço pro Mateus que minha mãe jamais faria comigo:

  • Pedir para jogar Jogo da Vida (que foi o que ele ganhou de presente) comigo;
  • Pedir pra ajudar ele a passar a fase difícil (e com várias instruções em inglês) do Missão Impossível no PS2;
  • Pedir para ele deixar eu terminar de ver o episódio do KND em que o Pai ia se tornar presidente da organização;
  • Competir com ele pra ver quem termina o NFS primeiro. Etc…

É por essas e por outras que eu fico feliz em ter mais um menino em casa rs… olhando as coisas que o Mateus gosta pode-se dizer que ele recebeu muita influência nossa nos gostos. Ele não é de futebol nem de bicicleta pois nós também não somos. Somos 1/2 nerds mesmo hehe. Mas imagina se o Gabriel nasce com tendências esportivas? Seria bem engraçado e diferente. Mas como todo irmão mais novo ele pode querer se espelhar no mais velho, e aí eu ficarei sossegada com o meu sedentarismo :P.

Imagino que sou mais geração Coca-Cola que geração Saúde…

Vajamos como está o Gabriel nessa 20ª semana. Agora eu posso orgulhosamente mostrar uma barriguinha! \o/ Pareço um b ou um d, isso depende de que lado a pessoa olha.

20 semanas
O bebê nesta semana mede cerca de 16 cm e pesa 260g.

Forma-se uma secreção das glândulas sebáceas sobre a pele, o vernix, que tem a função de proteger a pele do feto que está imersa no líquido amniótico.

O sistema nervoso está mais complexo e os cinco sentidos do bebê estão desenvolvidos. O segundo exame ultrassonográfico, se possível com avaliação morfológica, deve ser realizado entre 18 e 24 semanas, para se avaliar o crescimento fetal, identificar as estruturas do feto e determinar o sexo fetal.

Nesse período de gestação, o útero está na altura do umbigo. Roupas leves e confortáveis devem ser usadas. Entramos na metade da sua gravidez.

Fonte imagem: http://www.babycenter.com

Fonte texto: http://www.guiadobebe.com.br

Já estou na metade da jornada e o Gabriel vai muito bem segundo a ecografia. Ontem ele ganhou até presente de dia das crianças, o primeiro tip-top de recém-nascido que será o primeiro que ele vai usar :).

Fico por aqui.

 

BjoS!

É um menino!!! Gabriel!

Gabriel

Ontem ficamos sabendo o que é o nosso baby! Fiquei tão feliz porque no começo eu achava que era menina, mas não parava de pensar em como menina dá trabalho rs… e só sonhava que era menino, então fiquei muito feliz mesmo com a notícia!

O nome é Gabriel porque…

Quando era pequena eu queria um irmãozinho e pedia sempre pra Deus isso, só que minha mãe não era mais casada com o meu pai, mas na minha cabeça isso não era problema haha! Então minha mãe casou de novo e engravidou eeeeeeee! E eu queria que o nome do meu irmão fosse Gabriel! Mas não teve jeito colocaram de Leandro que também é bem lindo mas assim, não é Gabriel hahaha!

Quando engravidei do Mateus já fazia um tempo que eu pensava que o meu filho ia ser Mateus ou Gabriel, e o Amorzo concordou que o primeiro fosse Mateus eu acho lindo esse nome também. Enfim, se fosse menina eu ia perder a oportunidade de ter o meu “Gabriel próprio” rs… To feliz feliz!!!

Agora começam os reais preparativos porque eu já sei o que é o meu Gabriel lindo!

Aiai…. deixa eu ser boba pq

Eu tô grávidaaaa!

%d blogueiros gostam disto: